Uma pista de skate e um parque construídos em um terreno na rua Sebastian Rosel Garcia, no Tabamarajoara, região do Raffo, em Suzano, está totalmente abandonado há mais de um ano. O que era para ser uma opção de lazer se tornou motivo de preocupação para os moradores, já que o espaço acumula lixo, mato, ratos e jovens desocupados, que utilizam a área para consumir drogas.

De acordo com a população, funcionários da prefeitura não fazem a limpeza do local. A situação da praça, que faz fundos com a Escola Municipal de Ensino Infantil (Emei) José Francisco Alves e frente com a Escola de Ensino Fundamental (Emef) Abrão Salomão Domingues, preocupa os pais dos alunos. “O mato está alto o suficiente para esconder uma pessoa. Temos que passar diariamente aqui e temos medo de deixar as crianças voltarem sozinhas”, explicou a dona de casa, Rose Maria Bezerra. Além da vegetação, que cresce também nas calçadas, no local foi descartado um sofá, que posteriormente foi queimado, além de peças de roupa, entulho e lixo. Um caminho foi feito por cima do mato para que os moradores atravessem a área de lazer. Nos fundos da praça, é possível ver um buraco nas grades que cercam a Emei, o que denuncia possíveis invasões na unidade.

“Nós não temos qualquer opção de lazer aqui no bairro. A única praça que nós tínhamos foi destruída por vândalos e pelo descuido da administração pública”, denunciou a moradora Marilene dos Santos. Segundo ela, uma solução seria manter ali um guarda civil municipal. “Assim o local teria segurança, mas inicialmente temos que aguardar a boa vontade da prefeitura para revitalizar a área”, reforçou.

Publicado por: Diário do Alto Tietê
Em: 10/03/2011
Por: Cibelli Marthos