No mês de março, o Gabinete Integrado de Prevenção à Violência – que reúne as polícias Militar e Civil, Guarda Civil Municipal e diversas secretarias municipais – intensificou as ações de abordagens de jovens em praças, parques e no Largo da Feira. Nesse período, 119 alunos da rede estadual foram abordados na Praça Cidades das Flores, na região central, durante horário de aula.

Desse total, 95 estudantes foram flagrados bebendo, número que representa um índice de 80%. Outros 18 alunos estavam na praça fumando (15%), além de seis que faziam outras atividades (5%). Os números foram apresentados na manhã de ontem durante Encontro de Cultura de Paz – Ocorrências Escolares, realizado no Teatro Dr. Armando de Ré.

No evento, estavam os representantes dos setores que integram o Gabinete, além da Diretoria de Ensino de Suzano, que também atende Ferraz de Vasconcelos. Na plateia, educadores das escolas estaduais dos dois municípios, que além de conhecer os números puderam questionar o trabalho de prevenção realizado pela polícia.

“Intensificamos as ações no mês de março após observarmos muitos jovens, durante período de aula, em locais como o Largo da Feira. E também interceptarmos conversar pela internet com agendamento para brigas”, explica o secretário de Defesa Social e Prevenção à Violência, Hamilton Silva. “Apresentamos os números da rede estadual, mas foram encontrados alunos de outras redes e também em outros pontos, como o Max Feffer”.

Motivos
Quando abordados pelos integrantes do gabinete, os alunos eram direcionados para atendimento do Conselho Tutelar, caso fossem menores de idade, e da Polícia Militar. O grupo questionava aos jovens se eram estudantes; de qual unidade de ensino; e os motivos para estarem fora da escola naquele período.

Dos 119 alunos que passaram pela abordagem, 116 disseram estar fora da escola porque haviam chegado atrasados e foram impedidos de entrar na unidade para assistir as aulas – situação negada pela Diretoria de Ensino. Estar sem a carteirinha de identificação, sem uniforme ou outros motivos, também foram alegados, cada um, por apenas um aluno.

Publicado por: Diário de Suzano
Em: 09/04/2011