O Serviço Social da Indústria (Sesi) vai investir R$ 25 milhões na ampliação do CAT (Centro de Atividades). Para isso, vai unificar três unidades de ensino da instituição existentes em Suzano. O local que hoje tem 70 mil m² abrigará os três Centro Educacionais (CE) do Jardim Monte Cristo, Jardim Miriam e Jardim Colorado. Atualmente essas escolas funcionam em prédios da Prefeitura. Mas, com a unificação novos prédios serão construídos.

O anúncio do investimento foi feito, ontem, na Diretoria Regional do Alto Tietê do Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo), pelo atual diretor da instituição Milton Sobrosa.

Com as obras serão beneficiados 2,6 mil alunos de ensino médio, fundamental e EJA (Educação para Jovens e Adultos). Objetivo do Sesi é ampliar a estrutura do CAT, que é um complexo que reúne espaços para lazer e esportes e concentrar os três CEs em um único local através de uma centralização no serviço de educação da instituição. O argumento dos membros da direção regional do Ciesp é que isso vai facilitar o acesso dos estudantes, já que eles poderão permanecer no local em período integral.

Sobrosa explica que não serão necessárias muitas intervenções e que as obras das três novas unidades serão feitas dentro do CAT. O centro tem apenas 48 mil m² dos mais de 70 mil m² ocupados. “Suzano tem área suficiente para absorver, com as obras, as três escolas fora do local”, afirma.

Junção
A ideia é unificar as unidades escolares e utilizar os espaços já disponíveis, para agilizar o processo de construção e economizar recursos. “A ideia é sempre que possível trazer as escolas para dentro do Centro de Atividades, pois lá existe há toda uma estrutura e isso evita construções adicionais”, explica.

Com a construção das novas unidades os 1,5 mil alunos que estudam em escolas fora do CAT e 600 alunos de EJA irão se juntar aos 500 já existentes no local.

O diretor do Sesi de Suzano, Roberto Xavier, destacou a autonomia de ensino da instituição e a possibilidade de ampliação no ensino articulado. “O Sistema Sesi de Ensino possibilita total autonomia aos professores e rende bons resultados”, disse. “Hoje temos, em Suzano, 256 alunos no ensino articulado (médio e técnico) e o número poderá crescer”, acrescenta.

Os projetos de Suzano ainda estão em fase inicial e a diretoria está elaborando a licitação para a obra. “A informação que eu tenho é que em um ou dois meses a licitação esteja finalizada e a partir de licitada em até um ano a obra fica pronta”, informa o diretor Regional do Alto Tietê do Ciesp.

Publicado por: Diário de Suzano
Em: 09/04/2011