A Secretaria de Estado da Saúde liberou um total de R$ 13,2 milhões para 360 unidades entre Santas Casas, hospitais filantrópicos e Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de todo o Estado. Na região do Alto Tietê, apenas a Apae de Suzano foi beneficiada com a verba. Porém, o valor de R$ 20 mil, não poderá ser recebido devido à falta de uma Certidão Negativa de Débito (CND) referente às dívidas da instituição com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Depois de uma intervenção de 16 anos, uma nova administração foi eleita para dirigir a entidade. Essa administração detectou uma dívida de quase R$ 1 milhão. Depois dessa descoberta a Apae chegou a suspender as atividades. Para não interromper os atendimentos aos alunos, a Prefeitura criou uma comissão para ajudar essa nova administração. Como a dívida com o INSS ainda não foi paga, a entidade permanece sem a CND, o que impede o recebimento do valor liberado pelo governo.

Impossibilitado de receber o dinheiro, o presidente da entidade, João Jurandir Simões Junior, lamentou a situação da Apae. “Como ainda não temos a certidão (CND), infelizmente não vamos ter acesso a esse auxílio do governo. Não teremos tempo de regularizar a nossa situação, o dinheiro tem um prazo para ser retirado e nós não vamos conseguir retirar o valor”. O presidente não soube dizer o prazo para que os problemas financeiros da entidade sejam resolvidos.

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, não há um prazo determinado para que o dinheiro seja entregue ao beneficiado. Se houver alguma pendência o dinheiro fica retido até que a situação seja regularizada.

Publicado por: Diário de Suzano
Em: 11/05/2011