Mesmo após o governo estadual ter anunciado ontem reajuste de 11% no salário dos servidores do Centro Paula Souza (Sinteps), funcionários das Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) e Faculdades de Tecnologia (Fatecs) vão dar início a greve hoje, conforme o DAT informou ontem. Trabalhadores não concordaram com o porcentual apresentado e farão um ato público às 14 horas, no campus da Fatec de São Paulo. A ação deve reunir 300 pessoas.

Segundo a secretária-geral do Sinteps, Sílvia Elena de Lima, o ato será mantido e os trabalhadores vão decidir se vão manter a greve ou não. “É muito pouco. Com 11% de reajuste, o salário vai continuar o mesmo”, afirmou ela. “Pelo que tudo indica, a greve deverá ser mantida para os próximos dias também”, acrescenta. O sindicato quer que o salário seja reajustado em 58,9% para os docentes e 71,79% para os servidores técnico-administrativos.

A proposta feita pelo governo do Estado será submetida à Assembleia Legislativa e deverá alterar o salário de mais de 17 mil profissionais de Etecs, Fatecs e servidores administrativos da instituição. Com o reajuste, que passa a vigorar a partir de 1º de julho, o salário inicial para jornada de 40 horas passa de R$ 2 mil para R$ 2.220,00 para os professores que lecionam nas Etecs , e de R$ 3.600,00 para R$ 3.996,00 para os docentes das Fatecs.

Publicado por: Diário do Alto Tietê
Em: 13/05/2011
Por: Ariane Noronha