Archive for maio 16, 2011


O destaque da coluna “Por Dentro do Brasil” de hoje é novamente para uma projeto de lei aprovado na Câmara de Belo Horizonte-MG que determina a instalação de detectores de metal em escolas municipais com mais de 500 alunos por turno. Os vereadores de BH tem se empenhado em aprovar leis para combater a violência nas escolas. Prova disso é que na semana passada, foi aprovada a lei que cria um sistema de combate ao bullying nas unidades de ensino públicas. Leia mais aqui. Estas e outras notícias no rodapé deste blog.


Rafael Puertas de Miranda é um professor de 31 anos (completados na quinta-feira passada) que, além de toda a sua inteligência e de seu vasto conhecimento literário, é dinâmico e antenado com as novas tecnologias. Professor de Língua Portuguesa e Literatura nas redes pública e privada de ensino em Mogi das Cruzes, é o autor do livro de poesias “Rinoceronte em Cápsulas”, que fez de maneira independente e divulga de forma inusitada: utilizando o sistema bluetooth dos celulares.

E é nas salas de aulas que ele incentiva os alunos a escreverem e divulgarem seus textos. “Acho que tem muito jovem escrevendo, pouco jovem divulgando e menos ainda lendo”, defendeu. Amante da literatura brasileira, ele foi logo contando sobre sua pesquisa sobre as obras do escritor Fernando Pessoa.

A cada trecho de sua vida ou de sua experiência como professor contado ao Mogi News, Miranda corria até uma de suas prateleiras recheadas de livros para exemplificar suas afirmações. No domingo que vem, os leitores do Mogi News terão a honra de acompanhar os artigos do professor, que falará sobre temas atuais e indicará bons livros. Mas, até lá, é possível acompanhar suas obras divertidas, irônicas e impecáveis nos blogs poesiaemcurso.zip.net e oleitordesimesmo.blogspot.com.

Leia a entrevista completa aqui.

Publicado por: Mogi News
Em: 15/05/2011
Por: Jamile Santana

Este é um ano importante para o Centro Espírita Antônio de Pádua (Ceap), pois a instituição completará, no próximo mês, cem anos de sua fundação.

O centenário é um marco dos anos de trabalho dedicado à caridade na entidade que começou como escola e hoje, é uma creche reconhecida que atende centenas de crianças.

As comemorações de aniversário se estenderão de 12 a 26 de junho.

Fundada no dia 13 de junho de 1911, a casa abrigou a primeira escola urbana de Mogi das Cruzes, quando seus fundadores determinaram que era preciso fazer algo a mais pelas crianças e por suas famílias. Desde então, a entidade se dedica à causa e há 45 anos se transformou em uma creche onde são atendidas 225 crianças em período integral.

O Ceap busca transmitir, por meio de seu trabalho, os valores trazidos do exercício da caridade e da fraternidade, a partir das orientações deixadas por Allan Kardec em seus diversos livros que desvendam os conhecimentos espíritas.

Dentre os serviços solidários prestados, também está o auxílio às gestantes e às famílias carentes, buscando amparar os que mais necessitam de ajuda. A história da fundação do centro poderá ser conhecida em sua totalidade no dia 15 de junho, às 20 horas, quando será apresentada a palestra “Centenário: História e Fotos”, ministrada por Elcio de Lima Rodrigues, nas dependências do centro espírita.

As festividades também incluirão um almoço de confraternização, diversas palestras envolvendo o tema espiritualidade, apresentações musicais, sendo uma delas do coral das crianças da própria creche e, ainda, a adaptação de uma peça teatral.

Todos os eventos têm entrada gratuita. Para realizar a programação do centenário, a entidade está angariando fundos por meio de doações voluntárias.

Publicado por: Mogi News
Em: 15/05/ 2011

O Projeto Somar, iniciativa de responsabilidade social da empresa Mariaca de gestão de capital humano, ofereceu treinamento profissional a jovens pacientes do Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer (Graacc), no sábado passado, dia 7 de maio. O treinamento teve como objetivo resgatar a auto-estima destes jovens, capacitando-os para o mercado de trabalho. Adaptada da própria metodologia da empresa, o conteúdo incluiu temas como orientação vocacional, rede de contatos, elaboração de currículo e dicas de comportamento em entrevistas, dentre outros. O currículo destes jovens é divulgado a todas as corporações parceiras da empresa.

Publicado por: Mogi News
Em: 15/05/2011

Com o objetivo de integrar a comunidade aos trabalhos educacionais desenvolvidos pelos alunos, a Escola Técnica Estadual (Etec) de Suzano realizou ontem a segunda edição do “Etec Ativa – Casa Aberta”. O evento proporcionou aos moradores da região do Jardim Colorado prestação de serviços de saúde, educação e lazer gratuitos. As salas de aula foram abertas e a população pôde obter detalhes dos sete cursos oferecidos na unidade.

Entre os serviços, a população teve a oportunidade de realizar a auriculoterapia – tratamento da medicina alternativa que cuida do corpo por meio da orelha. O aferimento da pressão arterial também estava disponível, assim como o teste visual e a terapia de Reeducação Postural Global (RPG). Durante todo o dia de ontem, advogados realizaram orientação jurídica. Já a área de lazer atraiu jovens da comunidade e os próprios alunos para pinturas faciais e esculturas com balões, unhas artísticas e para as oficinas de música e dobraduras.

Uma das alternativas que também chamou a atenção do público foi o projeto de consciência ambiental realizado pelos alunos do segundo ano de Administração. Por meio de uma paródia musical e fantasiados de pilhas, eles explicaram aos presentes a importância de assuntos acerca da sustentabilidade.

De acordo com a diretora da Etec de Suzano, Sônia Yamashita de Campos Lima, as atividades aproximam a população da Etec. Para ela, isso traz as pessoas para a realidade da escola, mostrando que um ensino técnico de qualidade é possível para todos. “A localização da escola nos deixa muito isolados e as pessoas acabam não conhecendo o trabalho. Com essas ações, podemos trazê-las um pouco para o nosso trabalho”, disse Sônia.

Publicado por: Diário do Alto Tietê
Em: 15/05/2011
Por: Natália Ramos


Cerca de cem estudantes saíram às ruas centrais de Suzano na manhã de ontem para reivindicar a falta de investimentos em cursos técnicos gratuitos. Durante o ato, jovens se misturaram entre os carros na rua General Francisco Glicério e na rua Benjamin Constant, no centro, o que causou lentidão no trânsito por quase 30 minutos. A cena chamou a atenção de comerciantes e da população que assistia aos protestos feitos com um caminhão de som e cartazes que cobravam a Prefeitura de Suzano mais atenção aos estudantes de escolas públicas.

Publicado por: Diário do Alto Tietê
Em: 15/05/2011
Por: Natália Ramos

Mogi das Cruzes, Biritiba Mirim e Suzano apresentam os três maiores índices de desnutrição infantil da região. De acordo com levantamento feito pelo Grupo de Trabalho de Indicadores e Monitoramento (GT Indicadores) do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea), 20,7% das crianças mogianas menores de cinco anos apresentam déficit estatural. Em Biritiba Mirim, o índice é de 17,3% e em Suzano 14,1%.

De acordo com o Consea, o relatório foi elaborado a partir de dados do Programa Bolsa Família, Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar (PAA), Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), Programa Saúde da Família, entre outros. O estudo aponta ainda Itaquá com 12,2% de suas crianças abaixo da estatura ideal. Arujá aparece como a cidade com menor indicador: 6,4%.

A assessoria de Imprensa da Prefeitura de Mogi informou em nota que a administração promove o Programa Municipal de Combate às Carências Nutricionais, que visa a recuperação nutricional de crianças com idade entre seis meses e dois anos incompletos com risco ou vítimas de desnutrição. Atualmente, cerca de 40 crianças estão inscritas no programa e recebem acompanhamento da equipe, que oferece palestras educativas, leite e vale-transporte para as consultas periódicas.

A Prefeitura de Itaquá não informou o número de crianças desnutridas no município, mas destacou algumas ações para evitar o problema. Segundo a assessoria de Imprensa, a Secretaria de Educação fornece merenda escolar de qualidade, enquanto a Secretaria de Saúde identifica e atende os casos de desnutrição. A administração conta também com a distribuição de 200 refeições diárias para população carente e já iniciou a negociação de um restaurante Bom Prato.

Segundo a assistente social da Secretaria de Promoção Social de Ferraz Regina Helena Costa, em abril, a cidade teve 269 crianças no Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (Sisvan). Desse total, quatro apresentaram déficit de peso. A Secretaria de Saúde de Poá informou que não há crianças desnutridas no município.

Publicado por: Diário do Alto Tietê
Em: 15/05/2011
Por: Cibelli Marthos

%d blogueiros gostam disto: