Archive for maio 27, 2011


A coluna “Por Dentro do Brasil” de hoje traz diversas notícias que foram publicadas na mídia impressa e que interferem diretamente a vida crianças, adolescentes e jovens. Uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostra que a taxa de desemprego entre as pessoas de 15 a 24 anos subiu de 14,4% para 15% em abril. Outra notícia que repercute é o fato da presidente Dilma Rousseff vetar a distribuição da cartilha anti-homofobia, que tem gerado polêmicas nas últimas semanas. E outro destaque também, da Gazeta do Povo-PR, é a constatação que existem quase 12 mil jovens entre 12 e 18 anos internados por conta de atos infracionais, medida que deveria ser usada em último recurso. Leia mais no rodapé deste blog.

A Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa vai vistoriar a ala de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal da Santa Casa de Suzano. A ação é reflexo da solicitação do deputado estadual Luiz Carlos Gondim Teixeira (PPS) na tribuna do parlamento, na última quarta-feira. Ele tem experiência em situações como esta, quando a Santa Casa de Mogi das Cruzes registrou nove óbitos de bebês entre novembro de 2009 e fevereiro de 2010. O grupo se reunirá na próxima terça-feira para definir a data da vistoria.

Mesmo com o presidente dessa comissão, o deputado estadual Marcos Martins (PT), ter declarado ao DAT que “precisa de dados mais concretos”, Gondim argumentou que a vistoria está totalmente confirmada. “Vamos, sim, à Santa Casa de Suzano. Dezessete mortes é um número absurdo”, opinou.

Para o deputado Estevam Galvão de Oliveira (DEM), o caso deve ser tratado com a máxima seriedade possível. “É preciso verificar a real causa das mortes, essa situação não é normal. Mais de 17 mães entraram na Santa Casa para dar à luz e saíram de lá sem seus filhos nos braços. Essa perda é irreparável. Nessas condições, que mãe vai ter coragem de ter seu filho na Santa Casa de Suzano?”, questionou.

Como já era esperado, o deputado José Candido (PT) não quis se comprometer em uma vistoria ou fiscalização na área de “comando” de seu filho (prefeito Marcelo Candido – PT). “Os trabalhos já estão sendo feitos. Não posso fazer nada neste momento”, simplificou.

O deputado André do Prado (PR) afirmou que levaria o caso ao secretário de Estado da Saúde, Giovanni Guido Cerri. “Vamos solicitar a atuação da Secretaria de Estado de Saúde para esses casos, que, infelizmente, estão aumentando gradativamente”, opinou.

Gondim protocolou na tarde de ontem um requerimento de informação na pasta de Cerri questionando o Estado sobre as condições de atendimento na Santa Casa. Já Estevam afirmou por nota que já solicitou uma vistoria da Vigilância Sanitária do Estado na Santa Casa.

Prontuário

A Comissão de Saúde da Câmara de Suzano solicitou, por meio de um ofício protocolado ontem na Secretaria Municipal de Saúde, o envio do prontuário completo da criança que morreu vítima de meningite no Pronto-Socorro Municipal esta semana.

O presidente do grupo, o vereador Israel Lacerda (PTB), explicou que a comissão, em comum acordo, decidiu essa ação para investigar a possibilidade de a contaminação ter ocorrido nas dependências do PS. “Com o prontuário teremos mais dados para concluirmos mais essa etapa da investigação na área da saúde de Suzano”, comentou.

Publicado por: Diário do Alto Tietê
Em: 27/05/2011
Por: Vivian Turcato

No segundo inquérito civil instaurado em menos de uma semana pelo Ministério Público (MP) de Suzano para investigar as mortes de recém-nascidos na cidade, a Promotoria convocou o prefeito Marcelo Candido (PT) e a secretária de Saúde, Célia Bortoletto, para prestarem declarações sobre os casos no próximo dia 2. Além disso, nesse novo inquérito aberto pela promotora da Vara da Infância e da Juventude, Celeste Leite dos Santos, está prevista a possibilidade de interdição do Pronto-Socorro Municipal (PS) e da Santa Casa, devido ao “elevado número” de óbitos nas duas unidades de saúde gerenciadas pela Prefeitura de Suzano.

Celeste argumentou que as mortes registradas nos primeiros cinco meses do ano, tanto no PS como na Santa Casa, estão “acima da média nacional”. No documento, a promotora solicitou que o prefeito de Suzano, a secretária municipal de Saúde, o secretário de Estado de Saúde, Giovanni Guido Cerri, e o governo estadual sejam notificados sobre a instauração do inquérito assim como o prazo para a defesa (15 dias).

Devido à gravidade do assunto, a promotora deixou claro que se houver necessidade de interditar as unidades não hesitará em tomar essa decisão. Ela notificará diversos órgãos e entidades para que sejam realizadas vistorias para a definição da interdição ou não do PS e da Santa Casa.

O Centro de Apoio Operacional à Execução (Caex) do MP será notificado para vistoriar com a promotora as alas destinadas aos recém-nascidos e partos efetuados das duas unidades, a fim de verificar a possibilidade de uma eventual interdição imediata ou adoção de providências para diminuir o número de mortes de crianças na cidade. A promotora pedirá que a Secretaria de Estado de Saúde analise também a necessidade de isso acontecer. A pasta estadual terá 20 dias para enviar a resposta ao MP. Celeste também solicitou que a Câmara de Suzano envie à Promotoria cópia da ata da audiência pública da pasta de Célia que será realizada na próxima segunda-feira.

Assim como o DAT já havia anunciado, o Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) e o Conselho Regional de Enfermagem (Coren) também realizarão vistorias nas unidades. A promotora fixou o prazo de dez dias para que isso ocorra e que seja enviado ao MP relatório sobre as vistorias. O mesmo prazo foi concedido à Vigilância Sanitária Estadual. “Procedendo a sua imediata interdição, caso se constate desconformidades à legislação vigente, comunicando esta Promotoria de Justiça, uma vez que o número de mortes de recém-nascidos está acima da média nacional”, redigiu.

Publicado por: Diário do Alto Tietê
Em: 27/05/2011
Por: Vivian Turcato

Os rumos da Defensoria Pública na região do Alto Tietê começarão a ser definidos hoje, durante a pré-conferência na sede de Mogi das Cruzes, localizada na rua Francisco Martins, no bairro Socorro. O coordenador das defensorias de Mogi das Cruzes e região, Gediel Claudino Araújo Júnior, explicou que durante o evento, que terá início às 18 horas, a população poderá apresentar sugestões para a política institucional do serviço para os próximos dois anos. “Membros da sociedade civil poderão propor, por exemplo, qual área de atuação deverá ser priorizada”, disse.

Existe a expectativa de que as pessoas presentes na pré-conferência apresentem sugestões para que o número de defensores seja ampliado, e, ainda, que a região ganhe novas unidades. “Iremos dividir os participantes em nove núcleos de discussão, entre eles: infância e juventude, habitação, direitos humanos e do consumidor. No meio de todas as propostas apresentadas, 20 serão selecionadas. Elas seguirão para a conferência estadual, que será realizada em agosto”, revelou.

Durante o evento de hoje, seis delegados que representarão o Alto Tietê na reunião da capital também serão definidos. “Eles defenderão as metas estabelecidas aqui em Mogi”, detalhou Araújo Junior.

Publicado por: Mogi News
Em: 27/05/2011
Por: Cleber Lazo


Um fim de semana regado a música erudita. Aparentemente um estilo mais distante das pessoas. No entanto, em Mogi das Cruzes, podemos dizer que essas melodias passaram a fazer parte da programação cultural do público. Isso porque os mogianos sempre são prestigiados pelas apresentações dos Canarinhos do Itapety, da Banda Boigy e da Orquestra Sinfônica Jovem. Projetos musicais liderados por crianças e adolescentes que estão ajudando a popularizar esse ritmo. E eles vão entrar novamente em cena. Hoje, às 20 horas, a Orquestra Sinfônica Jovem promove o concerto “Do Erudito ao Popular”, no Teatro Vasques. E, amanhã, os Canarinhos do Itapety apresentam “Canarinhos, Filhos de Todas as Raças”, às 11 horas, na praça Oswaldo Cruz. As duas apresentações são gratuitas.

A Orquestra Sinfônica Jovem se apresenta ao lado dos músicos Cleber Polido, Elias Soares, Henriette Fraissat e do maestro Antonio Mármora Filho, o Niquinho. Eles tocarão sob o comando de Lélis Gerson. O repertório alia a música popular ao erudito. Destaque para os que contemplam a MPB, como Dorival Caymmi e Noel Rosa.

Amanhã, às 11 horas, as crianças e os adolescentes do Canarinhos do Itapety vão contagiar a praça Oswaldo Cruz. Intitulada “Canarinhos, Filhos de Todas as Raças”, os pequenos prepararam um repertório baseado em sucessos nacionais, sob o comando da maestrina Solange Urbano.

Publicado por: Mogi News
Em: 27/5/2011
Por: Suéller Costa


A família de uma jovem de 14 anos acusa a Santa Casa de Mogi das Cruzes de suposto erro médico. A adolescente com as iniciais A. A. A. deu entrada na unidade em trabalho de parto, no dia 9 de maio. Depois de 12 dias, ela começou a sentir fortes dores no órgão genital. Ela foi levada ontem pela manhã ao pronto-socorro da unidade, quando expeliu o que parecia ser um rolo de gaze podre e larvas. A jovem acredita que o material tenha sido esquecido dentro dela durante o parto. O procedimento foi feito dois dias antes de outra gestante dar a luz no banheiro do hospital.

A família da jovem procurou ontem o 2º Distrito Policial para registrar o Boletim de Ocorrência.

Segundo ela, no dia do parto a equipe médica estava com pressa, o que pode ter ocasionado o erro. “O parto foi normal, mas minha filha deu trabalho para sair então precisei de muita ajuda. Só que na mesma hora, outra paciente estava dando a luz no corredor. Neste momento, eles me atenderam de qualquer jeito”, denuncia.

Depois de 12 dias, a jovem estava em casa e começou a sentir muitas dores no órgão genital, além de notar um caroço. “Notei que esta região do meu corpo estava inchada e quando fui ao banheiro expeli larvas. Fiquei com vergonha de contar para a minha mãe porque estava com nojo. Só que ontem não consegui mais esconder, fiquei com febre, e com muita dor”, conta.

A mãe, Íris Aparecida Alves, já suspeitava que algo estava errado. “A gente sentia um odor muito forte, mas eu não imaginava que era isso”, contou. No hospital, a jovem foi atendida por um ginecologista que solicitou exame de urina. Quando foi coletar a amostra, o material que parecia ser gaze, com sangue e pobre foi expelido. “Na hora o médico começou a falar que não era a área dele e me passou a um clínico geral”, disse. A adolescente foi atendida pelo outro médico que diagnosticou uma forte infecção urinária, receitou antibióticos e liberou a paciente. Ela deverá passar novamente por um especialista na próxima segunda-feira, no posto de saúde de Jundiapeba.

Santa Casa
A reportagem do Mogi News procurou a direção do hospital que que não foi encontrada para falar sobre o assunto.

O coordenador da Ouvidoria do hospital, delegado Francisco Del Poente, informou que o caso só será apurado quando a paciente fizer a reclamação formal na unidade.

Publicado por: Mogi News
Em: 27/05/2011
Por: Jamile Santana

A Prefeitura de Mogi já se mobiliza na organização da campanha de arrecadação de fundos para a Associação de Apoio à Criança com Deficiência (AACD). Ontem, os coordenadores do projeto reuniram-se para definição dos preparativos iniciais. A expectativa é de sejam criados milhares de pontos de coleta em todo o Município, mobilizando representantes do Poder Público e da sociedade civil mogiana. A campanha foi lançada oficialmente na última quarta-feira, durante a cerimônia de início das obras do Centro de Reabilitação, no Rodeio. No mesmo dia, a iniciativa ganhou o apoio simbólico do Legislativo e das principais entidades do comércio.

O prefeito Marco Aurélio Bertaiolli (DEM) fixou uma meta de arrecadação de R$ 400 mil, que serão doados em agradecimento à construção da unidade mogiana da AACD. Ele afirmou que o valor poderá ser conquistado se cada um dos 400 mil mogianos fizer a doação de R$ 1,00. A campanha será coordenada pela professora Onélia Miranda e pelo engenheiro Rubens Marialva, que representarão a Associação Regional da Criança Deficiente (ARCD). Ambos se reuniram ontem com integrantes da Secretaria de Assistência Social e devem divulgar, nos próximos dias, como o projeto vai funcionar.

De acordo com Onélia Miranda, a Cidade recebeu uma pequena remessa de 280 cofres. A intenção é solicitar mais unidades, em breve, para que seja criado o maior número possível de pontos de arrecadação. A professora adiantou que, para isso, a ajuda do comércio será de grande importância e destacou que o Sindicato dos Empregados do Comércio e a Associação Comercial de Mogi das Cruzes já manifestaram adesão à causa. “Não há dúvidas de que vamos mobilizar toda a Cidade. Também teremos o apoio de escolas e entidades assistenciais. Queremos dar um presente de peso ao próximo município que receberá uma unidade da AACD e precisa ser digno de representar a gratidão de Mogi das Cruzes”, afirmou.

O presidente em exercício do Poder Legislativo, Protássio Ribeiro Nogueira (DEM), levou o cofrinho da AACD para o plenário da Casa, durante sessão ordinária da última quarta-feira, como um gesto simbólico de apoio à campanha. Ele afirmou que os vereadores deverão promover arrecadações dentro dos gabinetes. “Acredito ainda que, quando retornar, o presidente da Câmara, Mauro Araújo (PSDB), deverá organizar ações conjuntas entre os vereadores. Tenho certeza de que o Legislativo vai ajudar”, destacou o democrata.

Arrecadação
Todos os fundos arrecadados no Município serão destinados a uma conta corrente que ainda deverá ser aberta pela ARCD. A intenção é que o montante seja doado durante o programa Teleton, que será transmitido entre os dias 21 e 22 de outubro deste ano.

Publicado por: O Diário de Mogi
Em: 27/05/2011
Por: Júlia Guimarães

%d blogueiros gostam disto: