Tag Archive: Arujá



O quadro de trabalhadores das unidades da Fundação Centro de Atendimento Socioeducativo ao Adolescente (Casa) do Alto Tietê está abaixo do ideal. A instituição tem déficit de 17,5% no número de funcionários das cinco unidades da região, segundo aponta o Sindicato dos Trabalhadores em Entidades de Assistência e Educação à Criança, ao Adolescente e a Família do Estado de São Paulo (Sintraemfa), que representa a categoria. O Governo do Estado não confirma os dados. A contratação de servidores faz parte das 55 reivindicações do Sindicato, que decretou no último sábado estado de greve.

Segundo o presidente do Sintraemfa, Julio Alves, faltam pessoas para preencher o conjunto de servidores das unidades do Alto Tietê. “O quadro de servidores está defasado”, afirma o presidente. São cinco unidades da Fundação Casa na região. Só em Ferraz de Vasconcelos e Itaquaquecetuba existem duas em cada cidade, enquanto em Arujá há uma unidade. “As duas unidades de ferrazenses precisavam ter 92 servidores atuantes, mas a realidade é outra com 74 trabalhadores, revela o sindicato. Nas unidades de Itaquá o ideal seria 84 e não 76 profissionais. Na única unidade de Arujá, existem 30 servidores atuando, mas o certo seria42”, detalha Alves. (Confira quadro nesta página)

O indicado então seria 218 servidores para atuar nas cinco unidades, mas a realidade é outra com 180 profissionais, ou seja, um déficit de 17,5% no quadro de trabalhadores. Embora haja informações divulgadas pelo Sintraemfa sobre o número de funcionários ideal e os atuantes, a Fundação Casa não confirma os dados. “Por motivo de segurança, não informamos números de funcionários que trabalham nas unidades da instituição”, esclarece, em nota, a fundação.

Estado
Ainda segundo o presidente do Sitraemfa, a defasagem atinge 35% do quadro de funcionários de todas as unidades do Estado.

Publicado por: Diário de Suzano
Em: 10/05/2011


O jovem Diego de Almeida Souza, de 19 anos, está desaparecido desde o dia 21 de março. Ele foi visto pela última vez às 15h30 na rua Nicolau, no Jardim Emília, em Arujá, vestia blusa preta e branca, bermuda roxa e tênis preto. Telefones: 7164-3356 e 4656-4212.

A 55ª edição dos Jogos Regionais acontecem em julho em Pindamonhangaba. Por isso, as equipes esportivas de Arujá já estão sendo montadas e preparadas para o evento, considerado o maior da categoria no estado de São Paulo. Só no próximo fim de semana, acontecem dois treinos e uma seletiva com vistas à competição.

Amanhã, a Secretaria de Esportes faz seletiva para a montagem da equipe de futsal às 17 horas, no ginásio municipal Antonio Carlos Mendonça, no Jardim Rincão. A faixa etária para a modalidade é de 16 a 21 anos. Outras informações com o professor Aleirton Santos (telefone 6560-2975).

Ainda no sábado, haverá treino para os times de voleibol. Para a equipe feminina adulta, o jogo é das 13h00 às 15h30, no Ginásio do Jardim Rincão. Já o time masculino adulto faz um amistoso contra os atletas da Unitran, às 16 horas, no Ginásio Habib Tannuri.

Gabriel* aos 16, entrou no crime

Gabriel (nome fictício), de 17 anos, começou a traficar drogas na região aos 16, depois de perder o emprego. Sem conhecer os pais biológicos, ele morava em um abrigo. Nessa época, já conhecia “amigos” que traficavam na escola. Quando decidiu vender entorpecentes, foi morar sozinho em Itaquaquecetuba. Sem família, esta era a única perspectiva de vida: “Me falta limite. Não queria nada com nada”.

Já usou maconha, mas não era um viciado. Isso atrapalharia os negócios. Vendia para uma lista fixa de clientes. Às vezes, acontecia de ter que fugir da polícia. “Só pensava em fugir, desaparecer para não ser preso. Até que um dia não teve jeito”. Quando chegou a Fundação Casa de Arujá, a vontade de querer mudar o futuro de sua vida foi estimulada. “Aqui comecei a pensar em construir minha família, estudar, conseguir um emprego e cuidar do meu filho. Não quero voltar a traficar. Já estou chegando à maioridade e sei que a vida no crime fica cada vez mais difícil”.

É um aluno aplicado, um jovem inteligente. É um dos poucos internos que fazem curso técnico fora da unidade. Pelo menos duas vezes por semana, um agente da fundação o acompanha até o Senai, onde cursa elétrica. Dentro da unidade, ele ajuda outros jovens que têm dificuldades no aprendizado. Bem articulado, ele conta que gosta de estudar. “Fiz administração de empresa, gosto de estudar. Não é só porque já fui traficante que não vou saber falar e nem ter conhecimento”.

Questionado sobre o que fez escolher o caminho do crime, ele conclui: “Como eu morava sozinho, nunca tive uma família, eu não estava nem aí para nada. Eu escolhi isso porque era o mais fácil. Agora que tenho um filho, quero dar a ele tudo do bom e do melhor, tudo o que eu não tive. Não vou contar meu passado para ele, só se ele me perguntar. Mas vou ensiná-lo o que é ruim, porque não quero que ele passe pelo que eu passei”.

Publicado por: Diário do Alto Tietê
Em: 27/03/2011
Por: Jamile Santana

O Diadema foi o vencedor do Torneio Intercâmbio Harmonia Brasil-Japão de Futebol em cima do Corinthians. Na última sexta-feira, a equipe sub-15 do Timão perdeu na decisão da 16ª edição do campeonato. A competição é promovida pelo Clube Nippon de Arujá, com o apoio da Prefeitura de Arujá, e teve a participação de cinco equipes japonesas e cinco da capital paulista.

Os garotos do Corinthians perderam para equipe de Diadema, por 3 a 1. O Palmeiras, que enfrentou o Juventus, venceu por 2 a 0 e ficou com a terceira colocação. Já a equipe do Nara foi a única representante das equipes japonesas na fase final. Os orientais venceram o Barueri na ultima partida, por 3 a 2 e ficaram com o quinto lugar do torneio.

As equipes A e B do Sapporo e os times A e B do Shiga, também do Japão, foram os outros participantes da competição, que já é uma tradição do clube Nippon. Neste ano, pela primeira vez, algumas das partidas foram feitas fora das dependências do clube. Para isso, a Prefeitura de Arujá, por meio da Secretaria de Esportes, cedeu o estádio municipal Armando Maiolino.

O secretário de Esportes, Leandro Larini, o diretor de Esportes, Fábio André Souza, e o assessor da Secretaria, Beto Godoy, prestigiaram o evento. Eles acompanharam a partida entre Juventus e Nara, uma das oito realizadas no estádio.

Larini voltou a afirmar que o empréstimo do estádio foi uma forma de retribuir o carinho que o clube Nippon ofereceu ao município, por ocasião dos Jogos Regionais promovidos em 2009: “Na época, o Nippon nos ajudou demais com suas quadras de tênis, de vôlei e basquete. Nada mais justo que retribuir a gentileza agora, como uma outra forma de agradecimento”.

A Polícia Civil de Arujá realiza investigação com o objetivo de identificar as três pessoas que teriam participado de um roubo a celular, que terminou com um adolescente baleado na noite de quarta-feira. O crime aconteceu em frente à Escola Estadual Dr. Rene de Oliveira Barbosa – localizada na Rua Melvin Jones, região central da cidade.

De acordo com o delegado titular de Arujá, Sandro Rodrigues de Souza, os trabalhos preliminares já foram iniciados. “Nosso foco agora é saber quem praticou o crime, quem atirou contra o jovem e quais os motivos”, explica Souza.

Logo depois do disparo acontecer, famílias dos estudantes chegaram a afirmar que o local é alvo frequente dos bandidos, que teriam o costume de abordar os alunos da unidade escolar. Com armas – supostamente – de brinquedo, eles levam principalmente os celulares das vítimas.Mas segundo o delegado, ainda é cedo para afirmar se os três são os responsáveis por qualquer outro tipo de crime ocorrido naquela região. “Não podemos saber, no momento, se a prática é frequente ou se esse foi um caso isolado”, lembra. O caso foi registrado na Delegacia Central de Arujá, como roubo.

Crime
Segundo testemunhas, no momento em que saía da escola, o estudante A.A.W., de 14 anos, foi abordado por três jovens, aparentemente todos menores de idade. Os indivíduos pediram que a vítima entregasse o celular, o que foi feito. Em seguida – sem nenhum motivo aparente – um dos bandidos atirou no adolescente, atingindo sua perna. Logo depois, os três teriam fugido em um VW/Voyage preto, cujas placas não foram anotadas. O jovem foi socorrido e não corre risco de morte.

Publicado por: Diário de Suzano
Em: 25/03/2011

Prefeitura cederá estádio municipal ao clube

O Clube Nippon de Arujá promove entre os dias 21 e 25 de março a 16ª edição do Torneio Intercâmbio Harmonia Brasil-Japão de Futebol, categoria sub 15. O torneio terá a participação de cinco equipes japonesas e cinco da capital paulista, entre elas Corinthians e Palmeiras.

O evento conta com o apoio da Prefeitura de Arujá que, por meio da Secretaria de Esportes, está cedendo as dependências do estádio municipal Armando Maiolino para a realização de várias partidas.

A competição foi dividida em dois grupos. No grupo do Japão, estão as equipes A e B do Sapporo, os times A e B do Shiga, além do clube Nara. No grupo brasileiro, além dos garotos corinthianos e palmeirenses, estão Juventus, Barueri e Diadema.

O regulamento prevê que as equipes de cada grupo enfrentam todas as outras do grupo rival, em partidas de 30 minutos, em turno único. O primeiro colocado geral disputa o título contra o segundo colocado. Terceiro e quarto melhores colocados disputam o terceiro lugar e quinto e sexto classificados disputam a quinta colocação.

O estádio municipal vai receber duas partidas todos os dias, entre a segunda e a sexta-feira. Os demais jogos e as decisões acontecem em dois campos do clube Nippon.

Para o secretário municipal de Esportes, Leandro Larini, o empréstimo do estádio é uma forma de retribuir o carinho que o clube Nippon ofereceu ao município, por ocasião dos Jogos Regionais promovidos em 2009: “Na época, o Nippon nos ajudou demais com suas quadras de tênis, de vôlei e basquete. Nada mais justo que retribuir a gentileza agora, como uma outra forma de agradecimento”.

%d blogueiros gostam disto: