Category: Campanhas



A SaferNet Brasil, em parceira com o Ministério Público e o Comitê Gestor da Internet promovem a partir do desta semana uma série de iniciativas para comemorar o Dia Mundial da Internet Segura, que é oficialmente lembrado hoje em 7 de fevereiro. O tema deste ano é “Conectando gerações e ensinando uns aos outros: descobrindo o mundo digital juntos… com segurança”.

Realizado em mais de 70 países, a mobilização estimula atividades de promoção do uso responsável e seguro da internet, buscando sensibilizar as instituições envolvidas com Educação, Direitos das Crianças e Adolescentes, Comunicação e Publicidade. As ações serão desenvolvidas ao longo de todo o ano.

A proposta do Dia é promover o uso responsável e seguro das Tecnologias da Informação e de Comunicação, ajudando a criar as condições necessárias para garantir a efetiva proteção dos Direitos Humanos na sociedade da informação, contribuindo para uma cultura de responsabilidade e habilitando crianças, jovens e adultos a construírem relações sociais éticas através do uso das TIC’s.

Apoie essa ideia
Qualquer cidadão pode se mobilizar para participar das atividades do Dia Mundial da Internet Segura no Brasil, preparando oficinas, palestras, vídeos, peças teatrais, intervenções urbanas, conteúdos educativos e de prevenção para o uso seguro e ético da Internet. Todas as ações podem ser divulgadas na agendo do evento, sem restrição de local. Acesse a agenda do Dia da Internet Segura em todo o mundo e participe!

O Dia da Internet Segura é uma iniciativa criada pela Rede INSAFE, rede que agrupa as organizações que trabalham na promoção do uso consciente da Internet nos países da União Européia.

Fonte: ANDI


Conforme estudo encomendado pelo Governo do Estado ao Ibope, o consumo de álcool por adolescentes começa por volta dos 13, 14 anos, tornando-se mais frequente a partir dos 16 anos, quando os jovens passam a ir a casas noturnas, festas e até mesmo quando entram na faculdade. Além disso, a pesquisa aponta que eles preferem consumir bebidas alcoólicas de efeito mais rápido e com preços mais acessíveis.

No que se refere ao uso e dependência de álcool, a pesquisa mostra que a faixa etária que apresenta maior dependência é entre os 18 e 24 anos, seguida da dos 25 aos 34. E isso vale tanto para o sexo masculino, quanto para o feminino, o que leva a concluir-se que o consumo precoce do álcool por adolescente e crianças leva a tal situação.

Em contraponto, a pesquisa também revela que 66% dos adolescentes brasileiros afirmam não ingerir bebidas alcoólicas, enquanto 35% dizem consumir álcool pelo menos uma vez ao ano. As bebidas mais consumidas entre os pesquisados são cerveja, vinho e destilados. Aproximadamente metade das doses consumidas é de cerveja ou chopp.

No estado de São Paulo, o estudo revela que 18% dos adolescentes entre 12 e 17 anos bebe regularmente e que quatro entre dez menores compram livremente bebidas alcoólicas no comércio.

A pesquisa domiciliar foi realizada no estado de São Paulo com três públicos, em maio de 2011, entre eles: população com 18 anos ou mais, adolescentes de 12 a 17 anos e pais de adolescentes de 12 a 17 anos. Também foi realizada discussão em 14 grupos de pais e adolescentes, de 12 a 14 anos e de 15 a 17 anos, das classes A, B, C e D; e também com donos de bares, casas noturnas e quiosques de praia.

Fonte: Saúde em Pauta

Em setembro deste ano, a lei que obriga o uso das cadeirinhas para o transporte de bebês e crianças de até 7 anos ainda é motivo de muitas confusões por parte dos motoristas brasileiros. Com o objetivo de disseminar informações sobre a segurança de crianças no trânsito, a organização não-governamental (ONG) Criança Segura, fará um curso online e gratuito sobre prevenção de acidentes. As inscrições terminam no próximo dia 17 e devem ser feitas pelo site da instituição.

Os acidentes de trânsito representam a principal causa de morte de crianças com até 14 anos no Brasil. Serão 400 vagas e para se inscrever é necessário preencher os dados pessoais e em seguida, o participante receberá um e-mail de confirmação com um código de acesso. O primeiro acesso deve ser feito até 1º de agosto, mesma data de início das aulas. São três meses de curso com carga horária de 24 horas.

O artista plástico Belini Romano firmou uma parceria com o Núcleo Setorial de Escolas Particulares, da Associação Comercial de Mogi das Cruzes (ACMC), e fará uma escultura artística com as armas de brinquedo recolhidas na Campanha do Desarmamento Infantil, até o dia 10 de junho.

Agora, as escolas municipais também estão participando do recolhimento das unidades que, inicialmente, estava sendo feito apenas em escolas particulares do município. A participação das unidades de ensino da rede pública estadual estáem negociação. Segundoo coordenador do núcleo, Renato Moretti Pereira de Faria, outros artistas serão convidados a confeccionar a escultura dependendo do volume de armas que forem arrecadadas.

A Prefeitura de Mogi fará o transporte das armas de brinquedo até o galpão onde a escultura ganhará vida. A exposição da arte será itinerante, em prédios públicos e colégios da cidade e começará no dia 27 de junho. Belini é autor do monumento “Bandeirante”, localizado na rodovia Mogi-Dutra, logo na entrada da cidade. A escultura tem13 metrosde altura e 5 de largura, pesa 3 toneladas e foi confeccionada em aço inoxidável.

Publicado por: Mogi News
Em: 18/05/2011
Por: Jamile Santana

Hoje, a partir das 18h30, Mogi das Cruzes discute pela primeira vez as ferramentas de combate à violência contra crianças e adolescentes. O encontro será no Theatro Vasques, onde o prefeito Marco Aurélio Bertaiolli (DEM) irá assinar o encaminhamento do projeto de lei ao Legislativo em que obriga a notificação compulsória dos casos de violência, comprovados ou suspeitos, praticados contra crianças e adolescentes na cidade, pelos órgãos públicos e privados de saúde e educação. Também será criado o Comitê Municipal de Investigação dos Casos de Violência.

Autoridades, representantes do setor de saúde e educação, além da sociedade civil, empresas e entidades filantrópicas, devem participar. Foram convidados Ministério Público, Juizado da Infância e Juventude, IML, Polícia Civil, Delegacias e projetos sociais. “Trata-se de uma iniciativa importante e precisamos unir forças para combater esse grave problema na sociedade”, disse o diretor-presidente do Grupo Samed, Mannie Lui.

Mogi é a primeira cidade onde o Executivo elabora uma lei que obriga a notificação de órgãos públicos e privados a ser integrada pela Internet, possibilitando a rápida divulgação e consulta de possíveis suspeitas. “Antes, o pai ou responsável levava seu filho machucado a um Posto de Saúde e, no caso de reincidência, em outra e depois em outra unidade, sem levantar qualquer suspeita. Ninguém desconfiava de nada. Com o SIS, a interligação das informações possibilita que o profissional visualize o histórico do paciente e, se houver reincidência de machucados e lesões que possam sinalizar maus-tratos, o médico poderá comunicar a Secretaria Municipal de Saúde”, explica o prefeito.

Publicado por: Mogi News
Em: 18/05/2011
Por: Jamile Santana

A Rede Irradiar, que atua na prevenção à violência doméstica em Itaquaquecetuba, juntamente com o projeto Plataforma Centros Urbanos, de responsabilidade do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), realizarão hoje a segunda caminhada pelo Fim da Violência Sexual Contra Crianças.

O ato terá início às 9 horas, na avenida Gonçalves Dias, no parque Marengo. A expectativa é atrair aproximadamente mil pessoas.

O objetivo é chamar a atenção da população quanto ao número de crimes registrados no ano passado na cidade, que chegou a 392 casos.

De acordo com a psicóloga e uma das organizadoras da caminhada, Maildes Ferreira de Olanda, o número de casos de crianças que são vítimas de crimes hediondos, muitas vezes praticados por membros da família, é bem maior. Porém, as ameaças feitas por criminosos e o medo impedem as vítimas de denunciar. “Acreditamos que, com a passeata, é aberta uma possibilidade para o assunto vir à tona. Já houve casos em que, após o ato, as crianças acabavam contando o que estava se passando com elas. Queremos criar um mecanismo de informação direta”, disse Maildes.

A violência doméstica, segundo ela, é praticada por alguém íntimo da criança, como parentes próximos, pai e, inclusive, a mãe. “Há casos em que a própria mãe comete tal ato, porém, na maioria dos casos, é a figura paterna. A criança violentada apresenta mudanças de comportamento. O desempenho na escola cai, ela passa a inventar mentiras, fica triste e mais chorosa. Ela acaba ficando dependente do que é certo ou errado pelo agressor e não sabe mais em quem acreditar”, avaliou a psicóloga.

A caminhada percorrerá diversas vias e terá vários pontos de encontro no Parque Marengo, tais como na avenida Veridiano de Carvalho, 390; rua Teófilo Dias, 95; avenida Érico Veríssimo, 125; avenida Ferreira de Menezes, 280; e avenida Gonçalves Dias, 350. Quem quiser participar do ato deverá ir de camiseta branca.

Publicado por: Diário do Alto Tietê
Em: 18/05/2011
Por: Ariane Noronha

Uma caminhada será realizada em Itaquaquecetuba para promover o combate aos abusos sexuais à crianças e adolescentes. Depois dos dados divulgados pela polícia, que mostram mais de um caso por dia na cidade, será realizada na próxima quarta-feira a segunda Caminhada Pelo Fim da Violência Sexual Contra Crianças e Adolescentes. Quem está promovendo o evento é o Conselho Comunitário de Segurança (Conseg).

Para os idealizadores da caminhada, esse número divulgado, 392, não mostra a realidade da quantidade de casos. Para o presidente do conselho, Joelson Miranda, o número é muito maior, mas as pessoas não denunciam.

O presidente esclareceu os motivos da caminhada. “Queremos mostrar que esse é um problema que pode estar ao lado de qualquer pessoa. Nós vamos mostrar e importância de se denunciar para coibir esses crimes”. Para essa edição do evento as expectativas são de crescimento na aceitação popular. “Estamos esperando um número maior de pessoas. Queremos chamar atenção para esse problema e tentar diminuir os casos”.

A caminhada acontece na próxima quarta-feira. A concentração e saída será às 9 horas em frente à Escola Estaudal Professora Dulce Maria Sampaio, na Avenida Gonçalves Dias, nº 961, no Parque Marengo. O término está programado para as 12 horas e a caminhada acaba na Avenida Ferreira de Menezes, nº. 518, também no Parque Marengo. Ao final será feita uma confraternização com shows, refrigerantes e pipoca.

A organização do evento pede para quem participar da caminhada usar camiseta branca.

Publicado por: Diário de Suzano
Em: 15/05/2011

%d blogueiros gostam disto: