Category: Inovação


Nesta edição: FICHA LIMPA MUNICIPAL será votada nesta terça-feira, dia 20, na Câmara. Acompanhe detalhes e entrevista no lançamento da Cartilha de Combate à Corrupção Eleitoral, produzida pelo MCCE/SP. ACIP questiona Câmara e Prefeitura sobre procedimentos adotados quanto a obrigação de divulgar informações públicas. E ainda, concurso público e cursos na prestação de serviços.

Ouça aqui

Pelo site: http://politica360.podomatic.com/ você ainda pode ouvir os demais programas.
O Política 360º é transmitido ao vivo, aos sábados, a partir das 10h, na rádio comunitária Nova FM 87,5 MHz. O conteúdo é produzido numa parceria da Agência Atitude e do Blog de Poá.

E se você têm iTunes, pode assinar nosso podcast e receba as atualizações semanalmente.

Por Pedro Ferreira / Da Câmara de Ferraz

O Observatório de Políticas Públicas de Ferraz de Vasconcelos (OPP-FV) fará um encontro para apresentar a sociedade local os candidatos as cinco de conselheiros tutelares no município. A reunião ocorre na próxima quinta-feira, dia 27, ás 19h, no Salão Paroquial da Igreja da Paz, na Rua Getúlio Vargas, 250, no centro. Já o Conselho Tutelar funciona na Rua Sud Minucci, 151, também no centro.

Coordenado pela a doutora em Assistência Social pela a Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP) e especialista em Saúde Pública e Participação pela Universidade de São Paulo (USP), Maria Olinda Santos Carreira, o Observatório pretende dar a sua valiosa contribuição no sentido de esclarecer melhor a comunidade o papel do conselheiro tutelar e, ao mesmo tempo, conscientizar o eleitor.

Para o OPP-FV, é muito importante o cidadão conhecer a experiência no setor de cada candidato ao Conselho Tutelar na eleição direta para a gestão 2012/2015, no dia 27 de novembro deste ano. O pleito será comandado pelo o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cmdca). O trabalho do conselheiro tutelar está respaldado no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), criado há 21 anos.

“Portanto, vamos conhecer para escolher bem. Venha e traga todos os que trabalham e se preocupam, de fato, com as nossas crianças e adolescentes. Afinal, agora que temos o poder nas mãos devemos votar nos candidatos, realmente, preparados para o exercício do cargo de conselheiro tutelar. Participe”, conclama o Observatório. Mais informações: www.oppfv.com.br.


Leonardo Foroni Ferreira

Em 5 de outubro o mundo perdeu uma grande mente brilhante e inovadora. O co-fundador e ex-presidente da Apple, Steve Jobs, faleceu aos 56 anos de idade enquanto lutava contra um câncer no pâncreas.

Steve Paul Jobs e Steve Wozniak fundaram a Apple em 1976, a qual ficou conhecida por popularizar o computador pessoal. Desde essa época, Jobs sempre foi um visionário, enxergando o futuro, apaixonado pelo seu trabalho e aficionado à perfeição.

É até engraçado pensar como as pessoas viviam antigamente sem essa tecnologia. Ando nas ruas hoje e vejo centenas de pessoas usando fones de ouvido, a maioria delas usando esses fones plugados a um iPod ou a um iPhone. É impressionante como Jobs não criou somente os produtos, mas também uma espécie de cultura Apple. Você vai às lojas de computadores e percebe um aglomerado de pessoas em volta dos produtos Apple. Você vê propagandas em revistas ou até mesmo na televisão de pessoas usando iPads ou iPhones para mostrar um aplicativo ou um site.

Outra coisa que acho muito interessante, é que os produtos e a estratégia de marketing da Apple não atingem somente os jovens, mas sim pessoas de todas as idades, pois seus produtos são simples e fáceis de usar, fazendo com que ao apertar de um botão, qualquer pessoa consiga usar um produto Apple. Entretanto, é inevitável notar que o maior público consumidor destes produtos é o público jovem. A geração Y nasceu em meio a essa tecnologia. Esses produtos fazem parte de seu dia a dia em casa, na escola, na casa dos amigos, no ônibus, no metrô, na academia, em qualquer lugar.

Jobs fez um marco na história da computação. Fundou a Apple, deixou a empresa em 1985, fundou a NeXT e a Pixar, esta última, a criadora da animação Toy Story. Retornou a Apple em 1996, a qual se encontrava em dificuldades financeiras, e em 15 anos de trabalho, ele tornou a Apple em uma das empresas mais valiosas do mundo, com valor estimado de 340 bilhões de dólares. Hoje e sempre, será impossível pensar em Apple sem pensar em Steve Jobs.

Leonardo André Foroni Ferreira
é engenheiro de software na IBM Brasil e tem 21 anos

Geneticista Fernanda Gonçalves mostra Banco de DNA do Caminho de Volta

Segue aqui a relação completa da reportagem sobre crianças desaparecidas feita como conclusão do curso de Jornalismo e Políticas Públicas Sociais, da Universidade de São Paulo (USP) em parceria com a ANDI Comunicação e Direitos. Foram três meses de pesquisa sobre o tema, uma das mais aprofundadas que já fiz. Neste período conheci experiências inovadoras como o Projeto Caminho de Volta, da Faculdade de Medicina da USP, que tem um Banco de DNA das famílias que têm seus filhos desaparecidos. Conheci o processo de armazenagem do material biológico dentro do laboratório no prédio da FMUSP. A ideia foi mostrar que com vontade política, os municípios podem se beneficiar de tecnologias já existentes.

Outro projeto bem interessante e que será apresentado pelo Conselho Nacional de Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda) no fim deste ano é o trabalho desenvolvido pela Fundação Criança, em São Bernardo do Campo-SP. Com a oferta de uma série de serviços, não somente com a finalidade de auxiliar nas buscas, mas no apoio psicológico, jurídico, social as famílias, a fundação consegue agregar o trabalho de outros atores neste processo, como o Conselho Tutelar, a Polícia Civil, a assistência social, os serviços de saúde, os abrigos e instituições de acolhimento. É a articulação destes órgãos que faz com que apenas 1% dos casos não tenham sido resolvidos, contra a média brasileira que é de 15%.


Vale lembrar também tramita na Assembleia Legislativa um projeto de lei que busca implementar uma política estadual no enfrentamento de pessoas desaparecidas. Nesta semana, houve uma audiência pública sobre a propositura, que será analisado agora pela Comissão de Segurança Pública.

Fuga é responsável por 73% dos desaparecimentos de crianças
Articulação entre órgãos mostra eficácia
Mãe procura filho que sumiu há mais de um ano e meio
Estratégias inovadoras podem resgatar crianças
Especialista diz que faltam políticas públicas para desaparecidos


A licitação das obras para construção do novo prédio do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP) deve ser publicada até julho. O novo espaço que será construído na área do Jardim Monte Cristo abrigará laboratórios de dois novos cursos previstos para o próximo ano, o de Tecnologia em Processos Químicos e o de licenciatura em Química.

A informação foi confirmada ontem pelo pró-reitor de extensão do IFSP, Garabed Kenchian. Ele esteve no campus Suzano para participar do 2º Workshop de Inovação Tecnológica, que será finalizado hoje.

Ainda segundo Kenchian, a expectativa é de que a empresa vencedora da licitação possa ser conhecida já em agosto. As obras do novo prédio devem durar um ano. Ele também detalhou a parceria firmada com a administração municipal no sentido de desenvolver o projeto do espaço. “A Prefeitura encaminhou o projeto na semana passada para nós. A equipe técnica do instituto está fazendo uma revisão. Mas, já acreditamos que num prazo de 15 dias a gente consiga mandar para o setor de licitação para desenvolver o edital”, observou.

O pró-reitor destacou ainda que, mesmo que as aulas dos cursos de Química comecem no primeiro semestre de 2012, os futuros alunos não serão prejudicados. Isso porque, num primeiro momento eles poderão usufruir de outros laboratórios já existentes na unidade.

Tanto Garabed como o reitor do IFSP no Estado, Arnaldo Augusto Ciquielo Borges, expuseram que o total de investimentos nesta expansão será da ordem de R$ 10 milhões aproximadamente. Destes, R$ 6 milhões deverão ser destinados à construção do novo prédio e outros R$ 4 milhões para a compra de equipamentos.

Otimização do tempo
Para Borges, o instituto vem otimizando o tempo de expansão do IFSP Suzano. “Estamos antecipando o projeto dessa unidade. O que faríamos em cinco anos de funcionamento, faremos em três (anos)”, disse, referindo-se desde 2010, quando o campi começou a funcionar na cidade.
Estado
O reitor do IFSP relembrou que em todo o Estado 16 ampliações em unidades vêm sendo realizadas campus diferenciados. Além disso, há outros três projetos de instalação de novas unidades do IFSP. Até então, existem 25 IFSPs espalhados em São Paulo.

Publicado por: Diário de Suzano
Em: 12/05/2011


Na próxima quarta-feira, dia 18, o prefeito Marco Bertaiolli (DEM) vai assinar o decreto que obriga todas as unidades de saúde do município e a rede privada a informar a Secretaria Municipal de Saúde sobre atendimentos a crianças que tenham sofrido possíveis agressões na cidade. O documento ainda está sendo elaborado pela Prefeitura.

Segundo o prefeito, antes da implantação do Sistema Integrado de Saúde (SIS), os pais levavam os filhos com hematomas aos postos e, em casos de reincidência, a criança era levada a outra unidade para não despertar desconfiança. “Como não havia histórico, era difícil diagnosticar um possível caso de violência, porque o agressor modificava o local de atendimento. Com a integração do serviço de saúde, fica mais difícil esta prática, porque todo o atendimento é colocado no banco de dados e, se houver reincidência de machucados e lesões que possam ser sinais de maus-tratos, o médico poderá comunicar a secretaria”, explicou.

Segundo Bertaiolli, o caso será avaliado pela pasta e, se necessário, a Prefeitura comunicará a polícia e os órgãos competentes, como o Conselho Tutelar, para que intervenham nos casos. “Com relatórios anteriores e diante de uma possível nova agressão, os profissionais terão parâmetros para avaliar. Antes, isso era impossível, porque nas unidades de saúde os dados eram feitos a cada atendimento e não havia possibilidade de conferir o histórico de consultas”, comenta.

A assinatura da lei acontecerá no dia de combate ao abuso e à exploração sexual das crianças e dos adolescentes. Neste primeiro momento, o foco é o combater aos maus-tratos a crianças e adolescentes, mas não está descartado ampliar a notificação para casos de maus-tratos a idosos e mulheres. Hoje, Mogi tem 36 mil pessoas acima de 60 anos. Na Delegacia de Proteção ao Idoso, só nos três primeiros meses deste ano, foram registrados 80 casos de agressão.

Publicado por: Mogi News
Em: 11/05/2011
Por: Marcelo Pascotto

Foi lançada ontem, na Secretaria Municipal de Assistência Social, a Carteira de Acompanhamento Nutricional, destinada às famílias beneficiadas pelo programa Bolsa Família, do governo Federal. Duas vezes por ano, ou uma vez por semestre, os pais são obrigados a levar os seus filhos para serem pesados nos postos e unidades de saúde. Esta, aliás, é uma das três condições básicas impostas pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) para a destinação dos recursos.

A falta de adesão na pesagem das crianças é o principal problema enfrentado pela administração municipal, que faz com que o Índice de Gestão Descentralizada Municipal (IGD-M) fique abaixo do esperado. Ele vai de 0 a 1 e é calculado conforme o cumprimento das frequência escolar das crianças, participação em programas sociais e acompanhamento de saúde das crianças de zero a sete anos, incluindo a pesagem. O IGD-M de Mogi das Cruzes é de 0,7, próximo ao maior índice atingido pelo município em junho de 2009, quando chegou a 0,8; o menor foi 0,5 em maio de 2007. Vale ressaltar que abaixo de 0,4 o município deixa de receber os recursos oriundos do MDS para serem empregados na contratação de projetos para os beneficiados.

A secretária de Assistência Social, Maria Marinês Mazaro Piva, aposta que com a distribuição da Carteira de Acompanhamento Nutricional, as 15.691 famílias beneficiadas pelo programa ficarão mais atentas à obrigatoriedade de fazer a pesagem dos filhos. Segundo ela, a falta do comparecimento às unidades de saúde poderá acarretar na suspensão do pagamento do programa. Ontem, ela entregou algumas carteiras de forma simbólica; as famílias que recebem o Bolsa Família devem retirá-las nos postos de saúde.

Beneficiadas
Sônia Maria Lopes mora no Jardim Planalto e tem quatro filhos que recebem os recursos do Bolsa Família. Embora saiba da obrigatoriedade da pesagem uma vez por semestre, confessa que já atrasou no compromisso. Ela acredita que com a carteira agora poderá acompanhar com mais atenção os filhos e assim não ter dúvidas se já fez a obrigação. “É uma boa iniciativa porque poderemos acompanhar a pesagem deles”, conta ela, que recebe R$ 130 do programa.

Publicado por: Mogi News
Em: 03/05/2011
Por: Marcelo Pascotto

%d blogueiros gostam disto: