Tag Archive: Judô


A seleção mogiana de judô paraolímpico da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Smel) participou, no domingo, da 1ª Edição do Campeonato Central 2011, que foi realizada no Ginásio Municipal de Esportes Professor Hugo Ramos e que teve a academia Palmeiras/Mogi como campeã geral. O evento foi organizado pela 10ª Delegacia Regional Central da Federação Paulista de Judô, com a entrada gratuita.

As competições foram dirigidas aos judocas regulares (sem deficiência) das cidades do Alto Tietê e de academias de Arujá, de Santa Isabel e de Guarulhos. Os judocas são integrantes do Projeto Judô Paraolímpico, desenvolvido ao segmento das pessoas com baixa visão e cegas, que, no evento, representaram o Palmeiras/Mogi.

Os paratletas obtiveram resultado significativo, conquistando uma medalha de ouro, três de prata e duas de bronze. Na categoria Sub-20 Individual até 60 kg Ligeiro, Wodson Cruz Nascimento foi vice-campeão, assim como Alex Sandro Sobral Pereira, no Adulto Individual até 66 kg Meio-Leve.

Na categoria Adulto Individual até 81 kg Meio-Médio, Alessandro Fabiano de Oliveira foi o campeão. Magno Marques Gomes foi vice-campeão e Valdir Antonio Lustosa e Rogério Campos dos Santos conquistaram o bronze.

Publicado por: Mogi News
Em: 09/06/11
Por: Rodrigo Barone


Na quarta decisão consecutiva do Campeonato Brasileiro, a judoca Aine Schmidt (Palmeiras/Smel) garantiu o terceiro título, agora na categoria meio-pesado sub-17 (juvenil). Na final disputada na manhã do último Domingo, ele teve que batalhar muito para superar Isadora Pereira (DF). Depois de 11 minutos de uma verdadeira batalha, a mogiana ficou com a medalha de ouro no gold score (duas faltas da rival). No tempo normal, a luta fechou no empate com dois yukôs para cada lado. Aine agora vai batalhar para garantir a vaga na Seleção Brasileira que disputará os campeonatos Mundial e Pan-Americano, em seletivas programadas para o próximo mês, no Rio de Janeiro.

Velhas conhecidas, Aine e a judoca do Distrito Federal devem se encontrar na seletiva do no Rio de Janeiro. “Já nos enfrentamos várias vezes. Por isso fazemos lutas tão equilibradas. Espero que eu continue a levar vantagem”, afirmou Aine.

Na campanha do Brasileiro, disputada no ginásio do Sport, no Recife, Aine teve que passar por três adversárias para chegar na decisão e na medalha de ouro. E em todas a mogiana venceu por ippon – o “nocaute” do judô.

Na semifinal, aine passou por Camila Zeferino (RS), com yukô e ippon. O segundo combate levou 15 segundos. Tempo suficiente para bater a carioca Thaina Paiva – sendo que as duas judocas ficaram com medalhas de bronze. E na estreia a mogiana superou a maranhense Ana Jardim.

“Estamos felizes com mais esta conquista. A Aine agora tem tudo para ir para o Mundial, tem currículo e eu acreditava muito nela no Brasileiro e acredito mais nela na seletiva. Ela está numa crecente”, analisou o técnico Paulino Namie. “Tomara que não pare de evoluir”, completou.

Além de Aine, a meio leve Raquel Laurindo (Palmeiras/Smel) fechou o Campeonato Brasileiro na quinta colocação. Na sua campanha, a mogiana ganhou um combate e perdeu três, o último na disputa da medalha de bronze. “A Raquel foi muito bem. Fez lutas equilibradas e perdeu nos detalhes”, analisou Namie.

Os resultados obtidos pelas duas representantes do Alto Tietê no Brasileiro ajudaram a seleção Paulista a faturar a disputa por equipes. No feminino, com cinco medalhas de ouro e três quinto lugares. E no masculino, com quatro de ouro, duas de bronze e um quinto lugar.

Publicado por: O Diário de Mogi
Em: 17/05/2011
Por: Gerson Lourenço


O Alto Tietê evoluiu e garantiu nove medalhas nas finais do Campeonato Paulista de Judô – categorias juvenil (sub-17) e júnior (sub-20), realizadas no último final de semanas no Ginásio do Corinthians. Dos nove pódios, sete foram da associação Palmeiras/Smel, com Aine Schmidt (pentacampeã), Raquel Laurindo (tri) e Gabriel Alves faturando medalhas de ouro; Lucas Gongora Ribeiro foi vice, enquanto Gabriel Novaes, André Santos e Vitor Torrente ficam em terceiro – mesma colocação de Thainy Daiane, da academia Amaro, e Bruna Cardoso, da Suzano Judô.

No ano passado, os judocas da região conseguiram uma medalha de ouro, uma de prata e duas de bronze, nestas categorias. “Foi um grande passo. Parece que tenho bola de cristal, porque já esperava esta evolução nesta temporada”, analisou o técnico Paulino Namie, da Palmeiras/Smel.

Dos medalhistas de ouro, apenas Aine tem vaga garantida para o Campeonato Brasileiro, que será no próximo dia 15 no Recife. Raquel Laurindo e Gabriel Novaes terão que fazer uma seletiva com os judocas que estavam defendendo a Seleção Brasileira em torneios europeus. As disputas serão na próxima Terça-feira, no Clube Pinheiros, na Capital.

Os confrontos do final de semana marcaram as primeiras finais da temporada. A da pré-juvenil (sub-15), por exemplo, será realizada no dia 4 de junho, em São José do Rio Preto. A previsão é de que as lutas decisivas das classes mirim, infantil, infanto e sênior sejam realizadas neste mês.

Sistema
Com exceção dos judocas que venceram a Copa São Paulo deste ano – caminho curto para a final do Paulista -, os demais atletas fizeram o caminho mais longo para a decisão.

O caminho mais longo para a final do Paulista envolve disputas nas etapas municipal, regional e estadual do interior – esta última realizada há 15 dias no ginásio Municipal de Mogi, e que envolveu judocas das regiões do Alto Tietê, Vale do Paraíba e do Grande ABC.

Dos municípios da Região do Alto Tietê, 31 judocas se classificaram nas três etapas seletivas, além dos que foram campeões na Copa São Paulo, realizada no final de março.

Publicado por: O Diário de Mogi
Em: 03/05/2011
Por: Gerson Lourenço

A judoca mogiana Aine Dalete Figueiredo Schmidt terminou o European Cup Juniors 2011 na sétima colocação no peso até 70 quilos. Após ser eliminada ainda na primeira fase do Torneio Internacional de Thuringia, na Alemanha, a atleta do Palmeiras/Mogi conseguiu um bom desempenho no tatame de Coimbra, em Portugal. O Brasil ficou com o título por equipes com 17 medalhas, sendo cinco de ouro, quatro de prata e oito de bronze. Portugal foi o segundo e Grã-Bretanha em terceiro.

Aine disputou um total de quatro lutas no tatame português. Todas na categoria juniores (sub-20), uma acima de sua idade, o sub-17. Esta foi à primeira experiência da mogiana com a camisa da Seleção Brasileira no Velho Continente.

A excursão para a Europa faz parte da programação da Confederação Brasileira de Judô (CBJ) com o objetivo de preparar os brasileiros para os principais desafios da temporada 2011, como o Campeonato Brasileiro e o Mundial, em Kiev, na Ucrânia.

Na Alemanha, a mogiana não teve muita sorte e foi eliminada na primeira fase. Mas ela mostrou sua força em Coimbra. Em sua primeira luta, Aine não tomou conhecimento da italiana Ilaria Silveri. Na fase seguinte, no entanto, acabou derrotada para a portuguesa Lina Antunes.

O resultado negativo colocou a atleta de Mogi na repescagem. A judoca comandada pelo técnico Paulino Namie superou a canadense Roxane Plante e depois foi superada pela britânica Amy Livesey. A derrota deixou a mogiana na sétima colocação.

A partir de agora, a Seleção Brasileira de base permanece na Europa para mais uma semana de treinos. A equipe retorna para o Brasil somente na próxima sexta-feira.

Publicado por: O Diário de Mogi
Em: 29/03/2011
Por: Thiago Campos

A delegação brasileira de judô está em Coimbra, Portugal, para participar do European Cup, torneio preparatório para o Campeonato Mundial que acontece no segundo semestre em Kiev, na Ucrânia. A mogiana Aine Schmidt está integrada à delegação nacional e busca uma colocação melhor do que o Torneio de Thuringen, na Alemanha, no qual o Brasil conquistou apenas duas medalhas, uma de ouro com Tawany Silva (-40 kg) e uma de bronze, com Viviane Donomai (-63 kg). Na oportunidade, Aine foi derrotada na primeira rodada e eliminada da competição alemã.

A pesagem de Aine ocorreu ontem e as lutas serão hoje. A judoca ressalta que o treinamento com a seleção está sendo muito puxado, mas gratificante. “Estou toda machucada e ralada no rosto porque o treino é muito desgastante. Aprendi com o sensei Paulino Namie que quando você sai do treino e acha que foi legal é sinal que não foi bom e quando você sai desgastada é porque valeu a pena. Isso tem me dado muita motivação”, disse a jovem judoca de 15 anos de idade.

Antes de embarcar para Portugal, o Brasil participou de uma competição por equipes junto com as delegações da Alemanha, Bélgica e Casaquistão, em Thuringen. A delegação brasileira ficou na segundo colocação.

Publicado por: Mogi News
Em: 27/03/2011
Por: Rodrigo Barone

A mogiana Aine Dalete Figueiredo Schmidt não teve muita sorte em sua estreia pela Seleção Brasileira sub-17 em solo europeu. A judoca do Palmeiras/Mogi acabou derrotada ontem logo em sua primeira luta na categoria até 70 quilos e foi eliminada do Torneio Internacional de Thuringia, na Alemanha. Mas amanhã a atleta do técnico Paulino Namie já embarca para Portugal onde disputa o European Cup, em Coimbra.

Em sua estreia no Velho Continente, Aine Dalete subiu ao tatame para enfrentar uma judoca alemã em uma categoria acima, no sub-20. A mogiana até começou bem a sua participação, mas levou uma chave de braço, não conseguiu reverter o combate e perdeu a chance de conquistar sua primeira medalha com as cores do Brasil.

O próximo compromisso da atleta de apenas 15 anos será em Coimbra, Portugal. Lá, ela deve enfrentar as mesmas adversárias do torneio em Thuringia, vindas de Japão, Coréia do Sul, Estados Unidos, Cuba e outros países da Europa.

A excursão para o Velho Continente faz parte da programação da Confederação Brasileira de Judô (CBJ) com o objetivo de preparar os brasileiros para os principais desafios da temporada 2011, como o Campeonato Brasileiro e o Mundial, em Kiev, na Ucrânia.

Antes da ida para a Europa, a equipe do Brasil fez quatro dias de concentração e treinos técnicos na colônia de férias do Sindicato dos Propagandistas Vendedores de Produtos Farmacêuticos do Estado de São Paulo, em Atibaia, interior de São Paulo.

Este é o início da transição de Aine da categoria pré-juvenil para a juvenil. Logo em sua estreia no sub-17, a judoca treinada pelo técnico Paulino Namie conquistou o título da seletiva nacional da Seleção Brasileira, realizada em Taguatinga, no Distrito Federal, no mês passado. Ela disputou seis lutas e venceu todas contra judocas de outros estados brasileiros.

Integrante da Seleção Brasileira, a mogiana tem todas as despesas pagas pela CBJ. Aine conta ainda com o apoio da Helbor Empreendimentos, Firmauto Multimarcas, S.Stein e Colégio Joana D’Arc.

Publicado por: O Diário de Mogi
Em: 20/03/2011
Por: Thiago Campos

Mogi das Cruzes pode ser contemplada em breve com mais um projeto social na área esportiva. Em visita ao Município, o ex-judoca e medalhista olímpico Henrique Guimarães revelou o interesse de implantar na Cidade uma filial do Instituto ‘Você Quer, Você Pode”, conhecido pela atuação social e incentivo ao esporte, desenvolvido na comunidade de Heliópolis, na Capital Paulista, com 80 pessoas. O objetivo do atual coordenador de judô da Sociedade Esportiva Palmeiras é se reunir com o prefeito Marco Aurélio Bertaiolli para tentar viabilizar o plano.

“Pretendo voltar a conversar o mais rápido possível. Primeiro vim para conhecer o que já existe. Mas pretendo trazer as pessoas do Instituto para ver o que pode ser elaborado. Verificar se tem sede ou não. A gente não precisa fazer algo tão grande, mas tem que ser algo pequeno e bem estruturado”, explicou o ex-judoca, ao informar mais de seu trabalho social realizado em parceria com a em parceria com a ML Serviços Financeiros. “O Instituto conta com profissionais registrados e trabalha apenas com verba privada. Não existe um incentivo público. Tem que ser em menores proporções, mas que funcione muito bem. Damos o lanche, ônibus, uniformes, material esportivo e toda a estrutura. Já tenho esse projeto há cinco anos. A média de idade é dos 7 aos 20 anos”, completou o medalhista, que também visitou a Academia Titans, no Jardim Ivete.

Segundo Guimarães, os alunos treinam seis vezes por semana. “Para participar do projeto estes jovens precisam frequentar a escola”. O objetivo é juntar dois grandes pilares que contribuem para a formação do jovem: o esporte e a educação. “Hoje arrumamos uma parceria com a Unisantana que nos forneceu cinco bolsas de estudo. Temos dois atletas na universidade com 100% de bolsa e mais nove num colégio particular”, revelou.

Publicado por: O Diário de Mogi
Em: 18/03/2011
Por: Thiago Campos

%d blogueiros gostam disto: